"Preparámo-nos para um jogo e um obstáculo difícil. O Vizela vai criar-nos problemas e esperamos ter capacidade de criar problemas ao Vizela. A nossa intenção passa por ir lá competir pelos três pontos e esperamos ser felizes", declarou o treinador, na antevisão da partida.

Reconhecendo que o adversário, 14.º classificado, "não está confortável com os pontos conquistados até agora, até porque tem praticado futebol, se calhar, para ter mais alguns pontos", Paulo Sérgio elogiou a equipa vizelense.

"É uma equipa boa, num ambiente bom. O Vizela tem um público que gosta de futebol. [...] Tem um modelo de jogo muito enraizado, muito idêntico ao da época passada. É uma equipa competente e que quer jogar. Espero estarmos à altura do desafio", afirmou.

Sobre a paragem de duas semanas, para os compromissos de seleções, o técnico do Portimonense disse que "foi benéfica", servindo para "incrementar a capacidade de jogo de alguns atletas que estiveram ausentes e outros que chegaram mais tarde".

"Foram 15 dias de trabalho bem conseguido. Estou satisfeito com o empenho de todos, para tentarmos estar, a cada semana que passa, mais fortes e competentes", referiu Paulo Sérgio, revelando que Klismahn e Yago Cariello já recuperaram de lesões e estão disponíveis.

O quinto lugar na tabela, em igualdade pontual com o Boavista, que é quarto, continua a ser desvalorizado pelo treinador dos algarvios, salientando que "saber reconhecer as capacidades do adversário é o primeiro passo" para os seus atletas se apresentarem "concentradíssimos e atrevidos".

O Vizela, 14.º classificado, com cinco pontos, recebe no sábado o Portimonense, quinto com 15, em jogo marcado para as 15:30, no Estádio Futebol Clube de Vizela.

 

EYP // AMG

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para que não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.