A delegação portuguesa foi a 169.ª a desfilar e entrou às 21:14 locais (14:14 em Lisboa) no Estádio Nacional de Tóquio, palco da 'minimalista' Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, com 'marcas' da pandemia de covid-19, não só pela ausência do público, mas pelo uso de máscara por todos os atletas.

Dos 92 atletas qualificados para Tóquio2020, Portugal fez-se representar por 17, com destaque para a judoca Telma Monteiro, medalha de bronze no Rio2016, e o saltador Nelson Évora, campeão no triplo salto em Pequim2008, que, pela primeira vez, partilharam a função de porta-estandarte.

Nuns Jogos marcados pela promoção da igualdade de género, em que o esforço promoveu a 48,8% o número de mulheres participantes, Portugal superou essa 'quota' no desfile, com quase 60% -- 10 em 17 --, na missão lusa mais feminina de sempre (36).

Na sua quinta presença olímpica, Telma Monteiro voltou a encabeçar o desfile da comitiva lusa, tal como em Londres2012 e no encerramento do Rio2016, enquanto Nelson Évora, nos seus quartos Jogos, reeditou a experiência de Pequim2008.

O maior contingente foi, como tradicionalmente, o do atletismo, com sete atletas, com os velocistas Carlos Nascimento, Cátia Azevedo, Lorene Bazolo e Ricardo dos Santos e os saltadores Nelson Évora, Patrícia Mamona e Tiago Pereira.

Juntaram-se a Telma Monteiro outros cinco judocas, casos de Anri Egutidze, Bárbara Timo, Joana Ramos, Patrícia Sampaio e Rochele Nunes, enquanto a vela e o estreante surf contaram com dois representantes, cada, com os irmãos Pedro Costa e Diogo Costa e as surfistas Teresa Bonvalot e Yolanda Sequeira, respetivamente.

Como habitualmente, nenhum dos atletas lusos que vão estar em prova no sábado marcou presença no desfile, desfalcando esta representação dos ciclistas João Almeida e Nelson Oliveira, dos tenistas Pedro Sousa e João Sousa, da judoca Catarina Costa, dos remadores Pedro Fraga e Afonso Costa, do lutador de taekwondo Rui Bragança, dos jogadores de ténis de mesa Shao Jieni e Tiago Apolónia, da seleção nacional de ensino em equestre, do nadador José Paulo Lopes e da seleção de andebol.

Portugal vai estar representado por 91 atletas -- porque o surfista Frederico Morais anunciou hoje a desistência, por estar infetado com o novo coronavírus -, em 17 modalidades, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, hoje inaugurados oficialmente, após o adiamento em um ano, devido à pandemia de covid-19, e que vão ser disputados até 08 de agosto.

JP // RPC

Lusa/Fim

A dose certa de informação. Sem contraindicações.

Subscreva a newsletter Dose Diária.

Esteja em cima do acontecimento.

Ative as notificações do SAPO.

Damos tudo por tudo, para não lhe falte nada de nada!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #portalSAPO nas suas publicações.